Olá a todos!

Hoje é dia de falar de mais uma atleta da Team Sik Nutrition!

Alguns já conhecem outros nem tanto, ela é a Sandra Lima. E o que quero mostrar hoje? Quando comecei a trabalhar com a Sandra ela vinha de algumas más fases, desde dietas o mais restritivo possível anulando alguns dos macronutrientes essenciais, até ao cardio excessivo, e o foco na musculação não era o adequado (mais nem sempre é melhor).

          “A Sandra é uma jovem com 43 anos.”

Idade

No entanto a idade ou o género não significam quase nada quando a vontade de vencer e superar são parte do nosso dicionário. A Sandra é uma menina com 43 anos, que no entanto faz surpreender imensa gente com metade da idade!

E o mais agradável disto tudo? A Sandra conseguiu não só uma excelente forma física como também deixou de se privar de alguns prazeres da vida, que consegue ter em doses controladas (refiro me á alimentação é claro). Lembro me de nas fases mais apertadas no processo de perda de gordura ver a Sandra a comer gelados, mesmo em fases mais restritas. Controlo e moderação eram as palavras do dia.

Cardio

Sem cardio aborrecido, sem dietas extremas, apenas uma boa dose de paciência e dedicação.

Quando vos disserem que e preciso largar tudo, dedicar 7 dias por semana, 24h por dia, para atingir os vossos objectivos? É parcialmente verdade, mas quando feito de forma inteligente esta vontade e dedicação não vão afectar em nada os restantes campos na vossa vida.

Powerlifting

Como atleta mais antiga da Team e uma das mais fortes foi em 2015 que a Sandra quis provar pela primeira vez que não há limites enquanto há vontade.

Conseguiu chegar á sua primeira prova “Open de Peso Morto” com 60kg, e fazer levantamento em prova de 130kg.

Isto não é o fim… E o início de uma nova caminhada.

Fotos e Classificação em prova:

Extra:

Entrevista feita pela Joana Banana (raparigamoderna): https://raparigamoderna.wordpress.com/2014/05/30/inspiracao-sandra-lima-entrevista/

 “Sem cardio aborrecido, sem dietas extremas, apenas uma boa dose de paciência e dedicação”

 

Por João Gonçalves

Translate »