fbpx

Hoje venho vos falar de mais um história de sucesso, e quem melhor que eu para a descrever do que a própria Solange.

Esta mensagem consta do nosso grupo privado:

[otw_shortcode_quote border=”bordered” border_style=”bordered” background_pattern=”otw-pattern-1″] Olá Team! Vou tentar ser breve. Tenho partilhar uma alegria enorme com vocês, mais ou menos expressa nos resultados das fotos abaixo, numa evolução de +- 3 meses (os meus primeiros aqui). Fiz uma paragem forçada por várias lesões incluindo roturas de ligamentos, e em 6 ou 7 meses ganhei 6kg e perdi toda a massa muscular. Fazia atletismo, ginásio e dava aulas de zumba. “De repente” deixei de caber na roupa. A auto-estima foi atrás. Hoje, meus caros.. I’m Back!! Se o meu progresso podia ser mais rápido? Até podia. Ou não. Muitos dos que começam a perder peso têm um progresso igual ou superior ao meu em menos de metade deste tempo. Mas… O João conseguiu isto quase exclusivamente à base de reeducação alimentar! 🙂 Eu devo ser a pessoa mais “lesionável” deste mundo (consigo lesionar-me até a levantar da cama!). Há precisamente 25 anos, decidi ir contra os médicos e nascer com 7 meses. Coisa pra um 1kg e pouco de gente. Sem tudo o que há agora, alguns dos prematuros não chegavam a sair do hospital, alguns tinham graves complicações vida fora.. E cá estou eu. 😉 ‘Forte como o aço!”. Quase 😀 Não ganho massa muscular tão depressa como gostaria e também não tenho uma estrutura óssea e muscular forte que permita treinos também como gostaria. E as paragens são constantes. Não estou onde quero ainda, mas escrevam o que eu vos digo. Posso demorar mais tempo, mas chego lá!! “Alguns desistem devido ao progresso ser lento, sem nunca compreender que progresso lento é, ainda assim, progresso!” (E consegui também ir contra quem diz “come menos que emagreces!”. Senti-me a comer que nem um urso esfomeado desde o inicio. 😀 ) Seja qual for o ritmo do vosso progresso… Nunca desistam dele!!! 😉 Ao trabalho do João, resta-me dizer-vos que apresentar resultados num atleta que cumpre as indicações nutricionais e de treino, é mais “fácil”. Apresentar resultados numa pessoa que treina uma semana e pára duas com todos os constantes reajustes que isso acarreta… É Notável! A motivação, o trabalho, o empenho. E os resultados. São ao alcance de poucos, João! Obrigado por fazeres com que esta Team seja o que é, à tua imagem e semelhança! 🙂 #TeamSikNutrition[/otw_shortcode_quote]

E nada melhor que imagens que mostrem o que realmente foi atingido fisicamente ao longo deste processo:

antes-e-depois-team

Um pequeno resumo da Solange numa troca de emails:

[otw_shortcode_quote border=”bordered” border_style=”bordered” background_pattern=”otw-pattern-1″]Pegando no teu mail.. Obrigada! A mudança foi minha mas a ‘culpa’ foi tua. Não teria chegado lá se assim não fosse! 🙂 Quanto às macros, acabei por não as alterar. Enviei-te peso e medidas tiradas no sábado. Domingo pesei-me outra vez e tinha menos peso do que na avaliação da semana passada (por isso nao subiu) e como desde o inicio tenho tirado sempre peso e medidas ao domingo (excepto da ultima vez), decidi manter a coerência 🙂 E voilá, esta semana desceu mais um pouco, e vai tudo em anexo 🙂 (já agora.. Quinta fui ao Sushi!!! jantar de anos, também mereço x) pensei que isto ia descambar agora no peso e etc.. mas até não 😉 ) Quanto aos últimos três meses, muito há a dizer! Não sei bem porque fui falar contigo logo pra começar. Mas a maneira como puxaste por mim sem teres que o fazer e sem me conheceres de lado nenhum, conquistou-me. Como te disse, fiz um acompanhamento nutricional online o ano passado. E foi de tal maneira que pensei duas e três e quatro cinco dez vezes antes de te dizer ‘vamos lá!’. As comparações são inevitáveis. Foram apenas 6 semanas mas já estava a contar os dias para que acabasse. Se eu fazia as coisas bem, tudo bem. se por acaso alguma coisa não corresse bem, cascava-me logo na cabeça. Um jantar de sushi lá no meio e foi logo o descalabro porque ia estragar o que tinha feito. O meu peso diminuiu até certo ponto, e voltou logo a aumentar, tipo iô-iô até ao fim do acompanhamento. Tinha macros definidas à grama, MFP, e tinha limites diários, sem qualquer indicação de como dividir. “É como quiseres!”. (quase se quisesse comer aquilo tudo de uma vez e não comer mais até ao fim do dia, estava a vontade). Tinha que tirar peso e medidas todas as semanas, e apontar as macros à grama todos os dias, enviar uma vez por semana e esperar pelo ‘raspanete’ que viria dali se as macros não estavam ao milímetro como ele queria. Muitas vezes não conseguia cumprir as macros à grama. e ter 5grs a menos da meta ou coisa assim, já era motivo para “não estás a cumprir as macros que eu te dei!”. Tinha a constante sensação de não estar a fazer as coisas bem, por mais que eu me esforçasse, e o “eu não consigo” ressoava no meu cérebro. Sentia-me um bocado ‘sozinha’ naquela luta. E de facto, não consegui. Acabei quase na mesma como comecei, A motivação não era nenhuma, e no fim os resultados também não. Fiquei desiludida comigo própria e arrependida do dinheiro que dei. Este não é propriamente o melhor cartão-de-visita de acompanhamentos nutricionais online, mas era o que eu tinha. Por isso tive ainda que pensar um bocado antes de te dar luz verde. Percebes porque é que eu te perguntei no início se não dava para ser so 6 semanas em vez de 12? Quando me disseste que o mínimo era 12 pensei “nah! se 6 já custaram tanto a passar, 12 vai-me dar um treco. Nem pensar!!!!” Depois fui mastigando a ideia, e vi que não conseguia perder peso sozinha e pensei “que se lixe. Se for igual e se me fartar, desisto a meio e pronto”. Mas depois vens tu. O primeiro mail onde me puxaste pra fora do sofá sem ainda sequer ter entrado na equipa, e conversa inicial depois por skype foram uma boa surpresa, e fez me perceber que eu tinha ali alguém de facto disposto a ajudar-me. Bem a medo lá comecei a tentar entrar no esquema. A tua disponibilidade constante, e a maneira como escreves os mails são meio caminho andado aliado ao conhecimento que tens. E aos poucos comecei a perceber que “do lado de lá” do mail, tinha alguém que não só sabe o que está a fazer, como ainda tem um fantástico sentido de humor e uma capacidade extraordinária para puxar o melhor de cada um. E de fazeres passar as tuas ideias, conceitos e conselhos sem ser com ‘nariz empinado’ de ‘eu é que sei’. Quando vês que a coisa não está a correr exactamente como tens planeado, em vez de pores as culpas em cima do atleta, fazes por dar a volta, mantendo a motivação no topo para quem está nesta luta, e chegas sempre onde queres sem teres que deitar abaixo e sem teres que dar a ideia de “se não está a correr bem a culpa é tua porque não estás a fazer exactamente o que eu disse”. Passaram-se 3 meses sem dar por isso. E de repente, voltei a caber na roupa. Voltei a ter a minha auto-estima de volta. Tenho ainda muito caminho pela frente, mas muito já ficou para trás! Perdi peso de forma constante neste tempo todo e mais que tudo.. sem esforço nenhum! Com a motivação a crescer a cada semana e a autoconfiança também! Não te sei bem explicar a felicidade toda que me invade todos os dias quando olho para o espelho, e principalmente quando comparo com o ponto de início. Aquele ponto que eu achava que já não ia sair. Tás a ver quando fazes um exercício no gym e pensas ‘nah, isto está muito fácil, será que se eu aumentar a carga um bocadinho…..”. E aumentas, e fazes o exercicio todo, e acabas e pensas “consegui!!!”. Tem sido a minha constante 🙂 Tenho poucas palavras para te agradecer. Obrigado é pouco. És enorme, João! ENORME! Obrigado por me teres trazido de volta ao caminho, stronger than ever. Treino como antes, alimentação sem me preocupar muito em pesar alimentos à grama, sei que ‘mais ou menos’ as macros são estas. E tenho-me dado muito bem com isso. Rigor a mais no que quer que seja só tende a dar asneira. (tão tão tão obrigado por me teres desviado da mfp) Como bem, não tenho ataques de fome durante o dia, cumpro as macros, perco peso, ganho em saude, em cargas no gym e em km dos ténis na estrada. O B R I G A D A !!! “[/otw_shortcode_quote]

E mais transparente que isto, só vos deixar a minha resposta:

[otw_shortcode_quote border_style=”bordered” background_pattern=”otw-pattern-4″]Olá e finalmente vou escrever um email mais decente porque fiquei sem palavras, mas há sempre algo a dizer. Foi um grande trabalho de equipa, e foste e vais ser um grande mais valia nesta equipa. Venham muitas mais Solanges, e muitas delas apenas com 1/3 da tua garra e determinação. Este processo foi apenas uma re-educação na qual sinto que estás barra, dominas os ajustes e so teres a noção que não devias descer mostra a quanta responsabilidade tiveste na decisão CERTA! Eu sempre fui muito honesto com toda a equipa, e serei sempre. Nem sempre vou conseguir ajudar/acompanhar toda a gente. Muitos por impossibilidade financeira, ou por incompatibilidade de perfil pessoal, mas há algo que nunca neguei nem vamos negar a ninguém. Alguém que me procure, que me peça ajuda, eu estarei disponível na medida do possível e dentro dos limites da sensatez. Não faço esta função só por dinheiro, ou apenas por prazer. Também tenho uma obrigação, obrigação de dar sem esperar receber, de dar aos outros o que me pode ter faltado a mim outrora que tanto posso ter precisado… Para que nem todos passem o caminho das pedras, e que fiquem eternamente presos num beco sem saída. Não há atalhos nesta jornada, mas há sim caminhos mais eficazes, e caminho esse é aquele que nos permite manter coerente a longo prazo. A área de Online Coacing, Acompanhamentos e afins te imensa componente técnica. Componente essa que existe já em Portugal com bastante qualidade. Temos excelentes profissionais, experientes e capazes. Aparte da componente técnica existe claro a componente pessoal. Temos um perfil de pessoa com o qual vamos lidar, pessoa essa que tem emoções e sentimentos, tem reacções adversas a situações do dia a dia. E o que sinto que falta e muito é uma capacidade de gerir o factor pessoal de uma maneira implícita que o atleta nem sinta que está a ser “coagido”. Como Coach temos de ter total noção, de que as pessoas são resistentes á mudança e que por natureza vão sabotar o processo, mesmo sendo sem qualquer maldade… Não cabe a nós culpar-vos, cabe a nós ensinar-vos qual a lição a tirar dessa peripécia. Há uma situação muito comum, quando alguém começa um processo destes e que o coach prepara tudo na melhor maneira possível, existem duas situações comuns ao longo das semanas: Corre tudo mal, ou pelo menos aquém do esperado pelo Atleta. E o pensamento é: “Eu já sabia, isto comigo não funciona”. Corre tudo lindamente, até acima do expectável! E o pensamento é: “Eu ja sabia, eu sou realmente alguém que se dedica e merecia estes resultados.” Mas raramente lhes ocorre que foi uma decisão inicial de risco do Coach. Pois numa das situações corre o risco de ser “culpado”, e na outra de não ser totalmente “reconhecido”. Felizmente não é o que acontece com toda a gente. Mas temos de estar preparados psicologicamente para nos adaptarmos a qualquer cliente que chegue a nós. E existem realmente duas possibilidades, ou és um lider nato, ou treinas para tal. Felizmente, tenho boas capacidades de liderança, no entanto é uma componente na qual continuei a investir como complemento de uma panóplia de outras coisas que se complementam por si. Com isto quero dizer, que não há desculpa para não lidar correctamente com as pessoas. Quando não nasces com o dom, trabalhas e estudas até o dominares completamente, Nesta e em todas as outras áreas, haverá sempre bons e maus profissionais. E o nosso lema será sempre, Qualidade Primeiro de Tudo. E a tua evolução correu de forma… Descomplicada será? Lema do dia da nossa Team! Eu é que te agradeço, por me fazeres esta paragem de reflexão e abrir também um pouco o meu coração, que se invade de felicidade por cada atleta novo, e por cada dia que passa e a Team cresce. As pessoas que dela fazem parte parecem escolhidas a dedo, todas elas diferentes mas com tanta coisa em comum.[/otw_shortcode_quote]

Termino com um obrigado a todos, pelo constante suporte.

#DESCOMPLICA

Translate »