fbpx

A generalidade das pessoas procura nas Cheat Meal ou um alívio mental, ou melhorias fisiológicas. No entanto estas refeições têm uma magnitude muito mais psicológica do que fisiológica, porque não podemos esperar efeitos notórios apenas de uma refeição… Se já ouviste dizer que esta refeição pode afectar positivamente a letpina, ou a grelina podes esquecer… Uma refeição é tempo insuficiente para usufruir de todos estes efeitos positivos.
Fazer fases de dieta sem data para a mesma terminar, mais não seja durante período transitório, pode ser um desafio enorme para mentes comuns e provavelmente uma má abordagem. Todos nós funcionamos melhor com objectivos e com datas, e com luzes ao fundo do túnel!
 

Refeições livres

Vamos começar de forma negativa. O que não fazer numa refeição livre:

  1. A refeição livre não deve ser encarada como uma oportunidade de perceber qual o máximo de comida que conseguimos comer…

O que fazer numa refeição livre:

  1. Vai e saboreia uma refeição “normal”, sem estar obcecado(a) em contar macros ou se cabem dentro delas… A tua dieta não deve ser um jogo tipo TETRIS, a encaixar macros à miligrama.

 

Dieta de Manutenção (Instintiva e Planeada)

O que é esta dita dieta de manutenção? Por definição uma dieta de manutenção, ou isocalórica, é uma dieta com as calorias suficientes para manter o teu peso corporal e/ou percentual de gordura. Claro que o nosso corpo não é estático, e temos de ter esse dinamismo em conta ao comparar as médias semanais e não pensar diariamente em ajustes. Logo preparem-se para avaliar médias ao longo do tempo, e não panicar 🙂
A dieta de manutenção serve para reduzir a fadiga física e mental, e olhando a longo prazo e quando comparada com períodos de total descontrolo alimentar é uma estratégia em tudo superior. Deixo a a imagem abaixo para visualmente perceberem a diferença:

Existem dois modelos de manutenção, instintiva ou calculada. Vamos começar pela conhecida pausa instintiva.
 

Diet Breaks

Se bem que estas fases assustam a maioria das pessoas, após ter aplicado este método de dieta de manutenção (também conhecido como Diet Breaks), é muito improvável que grandes quantidades de gordura sejam ganhas. Tenho de dar créditos a este método popularmente reconhecido pelo Lyle Mcdonald. Durante estas fases, algum do peso ganho é apenas alguma retenção de líquidos, derivado do aumento de hidratos de carbono.
Normalmente estas fases duram 1-2 semanas, e após ou voltamos à fase de peso em que estávamos ou passamos a uma dieta manutenção mais controlada, que descrevemos a seguir.
 

Dieta de Manutenção calculada

Quando queremos passar de uma fase de perda de peso para uma dieta de manutenção de forma mensurada e controlada:

  • Decide quanto tempo vai durar a tua dieta de manutenção;
  • Adiciona lentamente calorias sob a forma de gordura e hidratos de carbono, semanalmente na casa de 250-500 kcal;
  • Prepara-te mentalmente para alguma retenção de líquidos, é temporária.

 

Duração das dietas de Manutenção

Uma dieta de manutenção deve durar entre 3 a 12 semanas, para trazer os efeitos positivos que procuramos. Normalmente a duração da dieta de manutenção é proporcional ao tempo que estivemos em dieta de perda de peso anteriormente (hipocalórica). Vens de uma dieta muito longa no tempo? Prepara-te para estar pelo menos 2 meses em manutenção. Da mesma forma, se preferes dietas mais curtas e intensas, implementar 2-3 semanas de manutenção, a cada 10-12 semanas de dieta hipocalórica, costumam ser suficientes.
 
A nossa bordagem é esta, sistemática! #Descomplicando

Translate »

Subscreve a nossa newsletter

Subscreve a nossa newsletter para seres o primeiro a saber todas as novidades da nossa equipe.

Ficaste inscrito, agora vais fazer esta viagem connosco!