fbpx

A melhor forma de começar é através da identificação das deficiências nutricionais. Na generalidade das pessoas que nos procuram, a grande maioria acha que não tem qualquer lacuna a este níve. Ou pelo menos é duro consciencializar que tê algum tipo de deficiência.
A maioria das pessoas espera que a nossa resposta seja: “Vamos mudar tudo, cortar nos hidratos, fazer uma abordagem Paleo, eliminar os açúcares e o sal, fazer cardio em jejum, e comer somente proteína!”. E surpreendem-se quando não é essa a nossa resposta. Quem nunca teve qualquer tipo de cuidado com a sua nutrição, os primeiros passos são básicos e bastante simples.
O primeiro trabalho é implementar hábitos e rotinas básicas no dia-a-dia. Estratégias comuns e simples são:

  • Tentar consumir alguma fonte de proteína na maioria das refeições;
  • Tentar cozinhar de forma mais saudável, evitando fritos e apostando nos grelhados, estufados, vapor;
  • Aumentar o consumo de vitaminas e minerais, através da ingestão de vegetais na maioria das refeições, e fruta pelo menos duas vezes por dia;
  • Consumir gorduras saudáves suficientes através do consumo de: Azeite (em crú), abacate, frutos secos e respectivas manteigas naturais, óleo de coco, etc;
  • Aumentar o consumo de água entre refeições, tentando manter o corpo hidratado.

A maioria das pessoas não cumpre pelo menos um dos pontos acima, logo os pontos não cumpridos são nos quais nos vamos focar.
Assim que todos os pontos acima estejam garantidos, então podemos realmente entrar em mais detalhes dentro do esquema de trabalho da Team. Apostando numa objectividade analizando a porção/quantidades adequado a cada um, mas para isso as premissas anteriores têm de ser cumpridas.

[Tweet “O processo não é lento, é sistemático.”]

 
Leituras interessantes:
Hidratos de Carbono. Os maus da fita?
Dieta e o efeito saciedade.
Factores para uma dieta com sucesso.
Saudável ou não eis a questão.
 
 

Translate »