fbpx

Hoje trazemos a História Inspiradora da Ana.

1 – O que te despertou interesse para começar esta jornada connosco?

Antes de começar este trabalho com a Sik Nutrition encontrava-me numa fase perdida em termos de nutrição e treino. Vinha de um péssimo acompanhamento de 3 meses e assim que falei com o Coach João Gonçalves fiquei logo com outra motivação e vontade de começar.

2 – Quais os medos que sentiste antes de começar esta jornada?

Claro que antes de ingressar na Team Sik Nutrition tive muitos medos, principalmente em cair de novo num mau acompanhamento e levar-me a caminhos maus para mim e também por ter uma doença crónica chamada artrite reumatoide. Tive imensas dúvidas que o Coach João Gonçalves, com a sua paciência incrível tratou de me esclarecer em tudo e sempre tive a sinceridade dele relativamente à minha doença. Ele nunca tinha tido um atleta com este tipo de doença, mas até hoje posso dizer que sempre esteve lá, teve a preocupação de perceber o que era a AR e aos poucos, juntamente comigo fomos e vamos testando o meu corpo em relação aos treinos e está a ser uma experiência fabulosa.

3 – Antes de iniciares, já conhecias alguém que seguisses que tivesse uma jornada semelhante?

Antes de começar o acompanhamento já conhecia a Inês Viana e a Anaísa Gonçalves que já eram seguidas pela Sik Nutrition. Considero a Inês e Anaísa pessoas honestas e de referência, sendo o seu processo sem dúvida um fator que me motivou a fazer parte desta equipa.

4 – Qual foi a sensação de começar o protocolo? E de fazer parte da Team Sik Nutrition?

A minha presença na comunidade Team Sik Nutrition desde o início que foi sempre uma sensação de apoio constante, com acesso a informação super útil, tive acesso a uma equipa que para mim é como uma família e ter um coach que para mim é muito mais que um coach porque ele faz acompanhamento não só de treino e nutrição mas acima de tudo, um coach que respeita o meu campo emocional.

5 – Como sentiste a nível de processo?

Ao longo do acompanhamento sempre senti poder de decisão, estive sempre envolvida em todo o processo e tive sempre à vontade para fazer todas as questões e tirar todas as dúvidas.

6 – Qual achas que foi a peça mais importante aprendida ao longo deste processo que te permitiu progredir?

Um dos pontos que levo comigo, é perceber que sou capaz de fazer tudo!

Em parte, eu sempre soube, mas não tinha as ferramentas e apoio para dar esse salto e a Team e o Coach João ajudaram-me nisso.

7 – Tens vergonha de quem eras antes? Como te sentes hoje?

Assumo hoje que tinha imensa vergonha dos meus glúteos e coxas devido à celulite e flacidez. Hoje ainda olho com algum cuidado mas muito menos do que era e sinto-me mais confortável na minha pessoa.

8 – Em alguma fase do processo sentiste medo de fugir do plano? Em ter jantares fora do plano?

O processo nem sempre foi fácil, e senti muitas vezes medo de fugir ao plano porque vinha de um plano alimentar muito restrito e lembro-me que a primeira vez que fui almoçar fora tirei uma foto ao prato e enviei ao João para saber se estava a fazer tudo bem. São estas coisas engraçadas que ficam na memória!

Hoje em dia, sinto-me à vontade para jantar fora e saber que não há problema nenhum desde que mantenha o equilíbrio.

9 – Como te vês hoje?

Resumidamente, vejo-me numa pessoa muito menos stressada com a comida, sei que posso comer de tudo com equilíbrio que isso não vai afetar os meus objetivos e no geral, sou uma pessoa muito mais feliz.

Com estas mudanças, com a minha doença, com as mensagens que recebo, sei que inspiro outras pessoas a mudar e a continuar e é muito bom e motivador. É o que me da força para continuar!

10 – Pequena Bibliografia

Sou Ana Márcia Salgado é uma jovem de 36 anos que é Arquiteta, Professora e Explicadora.

Adoro viajar, treinar, ler e Chocolate Negro.

Instagram

Notas do Coach João Gonçalves

Para onde caminhou a Ana?

Normalmente numa função de Coaching, seja em que área for, a nossa função é ser capazes de levar a pessoa do Ponto A -> Ponto B.

O caso da Ana, é como muitos outros em que o Ponto B não é claro. Mas sabíamos ambos que o Ponto A era onde a Ana não queria estar!

A Ana vinha de uma dieta super restritiva e de uma abordagem pouco aberta a mudanças, e um pouco cansada pela doença crónica que tem. Os trabalhos stressantes da Ana em conjunto com todas outras componentes de stress estavam não só a agravar a sua doença como a fazer com que tivesse um sentimento de falha constante.

Como foi a presença da Ana no grupo Team Sik Nutrition

A Ana foi acolhida de braços abertos, e tem sido uma presença assídua no grupo. Estar presente num grupo de pessoas com o mesmo objetivo e protocolos semelhantes permitiu sem dúvida garantir uma maior consistência com o plano.

A sua grande transformação permitiu tornar-se mais confiante e hoje em dia é ela quem partilha algumas dicas com os mais recentes no grupo. É ou orgulho assistir a esta evolução.

Enquanto a Ana refere no seu texto que sentia vergonha de algumas partes do seu corpo, já partilhou orgulhosamente as suas fotos de evolução com o restante grupo!

E tu, já descomplicas?

Translate »

Subscreve a nossa newsletter

Subscreve a nossa newsletter para seres o primeiro a saber todas as novidades da nossa equipe.

Ficaste inscrito, agora vais fazer esta viagem connosco!