fbpx

Hoje trago a história da Raquel. Chegou até nós com peso “a menos”, na procura de ficar mais saudável! Mas isso envolvia comer mais e limpar alguns “macaquinhos”. Nada melhor que a Raquel a contar:


A primavera chegou e com ela chegam todos os anos dezenas de dietas que nos prometem perder até ao Verão aqueles quilinhos extra que tanto nos incomodam. Mas não foi este o motivo que me levou a procurar a ajuda e chegar até à SikNutrition. O meu objectivo era na verdade GANHAR peso. E agora podem pensar:

Ganhar peso? Fácil! Basta comer mais!

 

Na verdade, sempre fui uma pessoa ativa com diferentes atividades desportivas até chegar ao mundo do fitness. Quando entrei para o ginásio há 5 anos queria manter-me ativa, mas depois de ter perdido perto de 3kgs, aqueles que nos fazem sentir um pouco melhor com a nossa imagem, comecei a ser acompanhada a nível de treino e alimentação e foi aqui que tudo se perdeu. De repente já tinha perdido mais de 10kgs e ouvia constantemente:

“Estás doente? O que se passa?”

A minha relação com a comida estava totalmente distorcida. Surgiu o medo aos hidratos de carbono e uma quantidade interminável de alimentos proibidos. Parei com este acompanhamento, que, de ajuda, não tinha nada e segui a minha jornada sozinha. Mas não era o suficiente. Sabia que o meu corpo precisava de combustível para aguentar o ritmo, mas faltava o empurrão para que voltasse a ser saudável, não só física, mas também psicologicamente. Precisava de eliminar todos os mitos que tinham sido criados na minha cabeça. Comecei então a procurar e vi diversas pessoas que faziam este tipo de acompanhamento, e foi assim que cheguei até ao João.

Ao fim da primeira conversa que tivemos percebi que estava a começar a caminhar na direção certa.

Se tive medo do processo?! Claro que sim! Se tive medo de olhar para a balança e ver os números a subirem apesar de ser o pretendido?! Sem dúvida! No entanto aos poucos comecei a sentir-me mais confortável e aquele que para muitos continua a ser o bicho papão (os hidratos de carbono), esses passaram a ser os meus melhores amigos. As macros foram aumentando e passei a comer sem receio. E esta é uma das grandes vantagens da Team, não existem alimentos proibidos, existe sim equilíbrio e moderação, tendo assim a total liberdade de escolha no que toca à minha alimentação. e onde tudo é perfeitamente ajustável à minha rotina.

E agora vem a parte mais engraçada e que mais luta me deu! De semana para semana ia comendo mais, não que sempre tivesse fome, até porque me tinha habituado a quantidades muito pequenas, mas tinha um objetivo traçado:

Voltar a ser saudável!

Como sempre fui muito exigente comigo mesma, não queria falhar. Mas o peso não subia, era teimoso e estava estagnado. Posso até dizer que nas primeiras semanas chegou mesmo a diminuir. Mas não desisti!

Hoje sinto que fazer parte desta grande família que é a Team Sik Nutrition tem sido uma jornada fantástica. No grupo podemos partilhar experiências, dicas e com esse apoio é ainda mais fácil, pois os objetivos podem ser diferentes, mas o que nos motiva é exatamente o mesmo: o nosso bem-estar!

Não vou dizer que todos os dias são fáceis e por vezes os medos falam mais alto. Coisas simples como ir jantar fora e sair do plano faziam-me pensar que ia ganhar peso sim, mas de forma inconsistente. Nesses momentos tive SEMPRE o apoio incondicional do João e as palavras certas para parar, pensar e perceber que estava no caminho certo.

Hoje posso finalmente dizer que encontrei o meu ponto de equilíbrio. Já não existem restrições durante dias a fio enquanto aguardo por determinada festa para comer aquele doce que tanto gosto. Sinto-me bem comigo mesma e essa era a peça do puzzle que estava a faltar. Aprendi a respeitar o meu corpo e a confiar no processo.

A palavra de ordem é: DESCOMPLICA!

Espero com a minha história conseguir inspirar outras pessoas que se  encontrem na mesma situação e que os medos estejam ainda a falar mais alto.

Aceitar que precisamos de ajuda para sermos melhores é, a meu ver, o passo mais importante. Entrar para a Team foi a melhor decisão que podia ter tomado, tornou-me melhor e mais forte!

Sou a Raquel, tenho 25 anos e sou Optometrista. Tenho um gosto enorme pela cozinha e por testar novas receitas para quem mais gosto. Adoro viajar, conhecer novas culturas, pois acredito que a cada novo sítio que conhecemos trazemos sempre connosco algo que nos enriquece. Nos últimos meses ganhei também um gosto especial pelos treinos de musculação. A cada bloco de treino que o João me apresenta sinto-me sempre desafiada, e chegar ao final

do treino e perceber que fui capaz de cumprir o que estava proposto é uma sensação ótima!

 

As Notas do Coach

A Raquel sem dúvida que tinha um objetivo claro de ganhar peso corporal e sentir-se mais saudável. Nem sempre é fácil aceitar esta situação principalmente pelos dois motivos seguintes:

  1. Envolve ganhar peso e para isso comer mais, logo uma relação confortável com os alimentos
  2. Aceitar que o progresso dificilmente será linear e terá sempre picos e vales ao longo do processo

Após algumas semanas a Raquel mostrava progresso, aceitava melhor ter de comer mais mas as surpresas eram que por mais que comesse o corpo ia reagindo muito devagar, e eu via uma tendência crescente positiva mas não linear (como esperado pela maioria). O gráfico de progresso da Raquel:

Obs: Estes valores são reais e recolhidos semanalmente com a Raquel para análise de progresso

Eu via, no entanto, outras diferenças super positivas ao longo do processo que potenciaram que tudo corresse tão bem, e deixo abaixo para pensares sobre isso:

Obs: Estes valores são reais e recolhidos semanalmente com a Raquel para análise de progresso

Se vires com atenção, ao longo do processo o stress residual da Raquel reduziu para METADE, enquanto a qualidade do sono aumentou para o DOBRO.

Sabendo que o Stress é o Assassino dos Gains, e que o Sono é o maior anabólico controlável… Tens aqui o elixir do sucesso 😊

Descomplicado, como gostamos 😊

Coach João

Translate »