fbpx

Introdução

Uma das maiores lutas quer dos homens, quer mulheres, é a balança. A frustração ou felicidade que um número num aparelho tão pequeno consegue trazer à tua vida! Já te aconteceu pesares-te e o número não é o que esperavas?
No artigo de hoje vamos falar sobre isso mesmo, sobre o que esperar em parte da tua balança, principalmente associado ao Ciclo Menstrual. Fica até ao final, tens um exemplo Prático e super fácil de compreender.
ATENÇÂO: Se és homem e vais já fugir não o faças! Sabes que podes aprender um pouco sobre o assunto e ajudar a acalmar um pouco a tua cara metade? Fica connosco até ao final.
PS: Se preferes uma versão mais interativa podes também ver o vídeo sobre este assunto no Youtube que vou deixar no final do artigo.
 

Diferenças metabólicas entre homens e mulheres

Quais as principais diferenças, entre homens e mulheres? Será que existem gigantes diferenças metabólicas entre géneros?
Sendo o mais claro e honesto possível, a maior diferença entre os homens e mulheres a nível de metabolismo está relacionado com a Massa Corporal. Os homens são normalmente mais pesados o que leva a que tenham um Metabolismo e Necessidade calórica diferente de uma mulher claramente mais leve… Aparte disto as diferenças a nível de metabolismo são muito poucas, por isso sabendo o peso corporal da pessoa em questão (homem ou mulher, ou outro) sabemos as necessidades calóricas.

O Ciclo Menstrual

Esta sem dúvida é a maior diferença… Os homens não têm Ciclo Menstrual! Fantástica descoberta a minha 😊 E este é sem dúvida o maior causador de flutuações e oscilações de peso ao longo das semanas, que em nada tem a ver com o Metabolismo.
Então o que é o Ciclo Menstrual e quais as Fases que o compõem?
A Semana Cor-de-rosa como também é conhecida, é composta principalmente por duas fases:

  1. Fase Folicular (dia 1 ao dia 14)
  2. Fase Luteínica (dia 15 ao dia 28)

A Fase Luteínica costuma ser bem conhecida pelas Mulheres… sabes aquela altura do mês, em que sentes desejos loucos por comidas calóricas? Mais perto do final do ciclo?
Então já sabes do que falo.
 

Como avaliar a evolução do peso corporal ao longo do ciclo

Então já descrevi a maior diferença entre géneros, o Ciclo Menstrual. Detalhamos em 2 fases distintas, vamos agora entender de que forma estas duas fases afetam o peso corporal.
Mas antes um pedido especial do Coach João (EU):

“Se és mulher e queres avaliar o teu peso corporal deverias comparar mês a mês.”

Não estamos a falar em pesares apenas 1x por mês! Mas sim comparar pesagens equivalentes em meses diferentes relativas à mesma fase do ciclo menstrual. Claro que isto obriga a uma paciência maior e a recolher mais dados, porque não podes comparar de forma direta, semana a semana (como nós homens temos a sorte de poder fazer).
Então vamos lá avaliar as 4 semanas do Ciclo:

  • Fase Folicular Inicial (dia 1 a dia 7)
    • Fase do mês que costuma ser considerada a semana com o Peso Corporal mais baixo, ou seja, o peso mínimo deste Ciclo Menstrual
  • Fase Folicular Final (dia 8 a dia 14)
    • Costuma existir uma ligeira subida de peso relativamente à fase Inicial, devido ao aumento na produção de Estrogénio que atinge o seu pico no 14º dia
  • Fase Luteínica Inicial (dia 15 a dia 21)
    • Novamente uma descida no Peso Corporal relativamente à semana anterior, mas não tão baixo como a primeira semana (Fase Folicular Inicial)
  • Fase Luteínica Final (dia 22 a dia 28)
    • Mais conhecido como A SEMANA DO PÂNICO, ou seja, a altura do mês que atinges o teu pico mais alto a nível de peso corporal ao longo das 4 semanas do Ciclo Menstrual. Muito devido não só a um novo aumento no Estrogénio, mas também pelo aumento na produção de Progesterona.

Confusão instalada? Tantos termos, fases e hormonas…. Vamos ver isto em imagens para facilitar um pouco a leitura.
As 4 Fases do Ciclo Menstrual

A Produção de Estrogénio

A Produção de Progesterona

 

Exemplo Prático

Então como podemos avaliar os meses usando as informações explicadas até agora? Pequemos no exemplo da Maria:

No primeiro mês (Mês1) na semana 1 a Maria tem o menor peso do ciclo, na semana 2 tem uma ligeira subida, na semana 3 volta a descer, mas não tão baixo como na semana 1, e por último na semana 4 atinge o pico máximo de peso corporal.
No segundo mês (Mês2) na semana 1 a Maria apresenta um peso menor, que na mesma semana 1 do ciclo menstrual anterior, ou seja, tem menos 1kg que no mês anterior. E ao longo das semanas 2, 3 e 4 tem sempre aproximadamente + ou – essa diferença comparando as mesmas semanas das fases do Ciclo anterior.
Se gostas deste tipo de conteúdo aconselho que na Bibliografia vejas o Autor Lyle McDonald e o livro colocado lá decerto será uma leitura bem interessante.
 

Conclusão

Se as pesagens na balança costumam ser um drama, espero que agora ao ler o artigo percebas que é normal o peso flutuar, e o processo de mudança envolve paciência e análise constante dos dados.
Desta forma sempre que subires à balança lembra-te do vídeo e #descomplica.

 

Bibliografia

Link para o vídeo obre os set-points
Link para o Livro do Autor Lyle McDonald

Translate »